Almada Velha

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Almada Velha

Mensagem por JornalExtra-Online em Qui 8 Maio 2008 - 12:27

Almada velha a cair
- Autarquia não reage




Os moradores da Rua D. José de Mascarenhas já se cansaram de se queixar à Junta de Freguesia de Almada sobre o estado de degradação e perigo em que se encontram muro e prédio frente ao Restaurante “O Horácio”, onde tomam refeições frequentes vezes, membros da Junta, o presidente da mesa da Assembleia de Freguesia e a namorada.

Há anos que o local se encontra tal como as imagens documentam sem que alguém daquela autarquia tome posição para corrigir a situação.

Na parede lateral dos prédios há fios de alta tensão descarnados e soltos em risco iminente. Na mesma rua, mais abaixo, no ano passado, um camião de grande porte partiu e arrancou à passagem uma parte da varanda de uma casa onde vivem idosos sem posses, nem saúde para reparar a varanda. O idoso que já não sai de casa e tinha na varanda a única distracção perdeu esse único prazer de contacto com o exterior e a porta da varanda fechou-se há mais de um ano.

Na mesma rua há prédios em adiantado estado de degradação em risco de ruir e a autarquia não toma previdências. A situação que se vive em Almada velha desconforta os moradores da zona que por tão idosos e sem posses clamam no vago, nada podem fazer e os autarcas não lhe dão ouvidos.



Por desleixo da autarquia



Outra das situações aberrantes no panorama habitacional da freguesia é o estado de degradação em que se encontra a casa onde nasceram os maestros Leonel e Hilário Duarte Ferreira.

Numa cidade que usou o “brasão” de capital do Associativismo não se entende como mantém há anos a cair aos bocados a casa daquelas figuras que se demarcaram, por tanto mérito, na esfera musical nacional e estrangeira.

A casa onde ambos os irmãos nasceram e viveram serve agora de pátio de monos duma taberna em frente onde com frequência assam peixe. E para além dos ratos que também por lá houve, nada mais há. Recorde-se que ambos os maestros foram regenes da banda da Academia Almadense e que o sócio eleito presidente da colectividade durante quase vinte anos tem sido, durante igual período assessor da presidente da Câmara. Recorde-se ainda que o actual presidente da Academia, - que também tem a ruir a sede antiga apesar dos 300 mil euros que recebeu da Câmara de Almada para a restaurar e dos quais se desconhece o destino – é autarca na freguesia.

Então na artéria principal da parte velha da cidade, onde há mais de cem estabelecimentos depara-se o transeunte com este aspecto que a fotografia documenta tendo para maior vergonha afixada uma lápide que constitui um insulto à memória dos maestros.

JornalExtra-Online
Chefe de Redacção

Feminino Número de Mensagens : 291
Data de inscrição : 28/03/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum