"Elas não querem ser como os homens, querem apenas os mesmos direitos". Foi este o conceito escolhido pelo Instituto Marquês de Valle Flôr para uma campanha que formou bigodes nos rostos de várias mulheres destacadas da nossa sociedade

Ir em baixo

"Elas não querem ser como os homens, querem apenas os mesmos direitos". Foi este o conceito escolhido pelo Instituto Marquês de Valle Flôr para uma campanha que formou bigodes nos rostos de várias mulheres destacadas da nossa sociedade

Mensagem por JornalExtra-Online em Seg 6 Out 2008 - 19:05

Bigodes estão na rua






"Elas não querem ser como os homens, querem apenas os mesmos direitos". Foi este o conceito escolhido pelo IMVF - Instituto Marquês de Valle Flôr e a Objectivo 2015 para uma campanha bem-humorada que formou bigodes nos rostos de várias mulheres destacadas da nossa sociedade.



O objectivo é promover a igualdade de género e empoderar as mulheres. Isabel Stilwell, Margarida Rebelo Pinto, Beatriz Batarda, Sofia Carvalho, Clara Pinto Correia e Maria João Bastos aceitaram o desafio e dão a cara pela campanha ao usar o cabelo como se fosse um bigode masculino.



Este é um projecto em que o IMVF se juntou à Objectivo 2015 - Campanha do Milénio das Nações Unidas, para a promoção do terceiro Objectivo de Desenvolvimento do milénio (ODM) - a Igualdade de Género. A nível global, a desigualdade tem diminuído, mas há ainda um longo caminho a percorrer pois as mulheres ainda são as maiores vítimas da descriminação social. Constituem 60% do total de trabalhadores e ganham apenas 10% do rendimento mundial, sendo também quem menos acesso tem à educação.



Esta meta para o desenvolvimento a nível global tem sido uma das prioridades do IMVF nos projectos de Educação e Cooperação para o Desenvolvimento. No âmbito do Projecto "Rostos Invisíveis" foram recentemente editados o Manual "Mulheres e Violências", sobre invisibilidade feminina em contexto de violência armada e o Observatório de Imprensa "Um Espelho Embaciado".



No âmbito do mesmo Projecto foi recentemente premiado no Festival de Curtas-Metragens de São Paulo, o documentário "Uma mãe como Eu", produzido pelo Cinema Nosso e que revela o rosto feminino da violência armada no Rio de Janeiro.



A campanha foi desenvolvida para o IMVF e Objectivo2015 pela Agência DraftFCB.



Mais informações:

www.imvf.org ou http://8objectivos8agencias.blogs.sapo.pt/


avatar
JornalExtra-Online
Chefe de Redacção

Feminino Número de Mensagens : 291
Data de inscrição : 28/03/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum