"Elas não querem ser como os homens, querem apenas os mesmos direitos". Foi este o conceito escolhido pelo Instituto Marquês de Valle Flôr para uma campanha que formou bigodes nos rostos de várias mulheres destacadas da nossa sociedade

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

"Elas não querem ser como os homens, querem apenas os mesmos direitos". Foi este o conceito escolhido pelo Instituto Marquês de Valle Flôr para uma campanha que formou bigodes nos rostos de várias mulheres destacadas da nossa sociedade

Mensagem por JornalExtra-Online em Seg 6 Out 2008 - 19:05

Bigodes estão na rua






"Elas não querem ser como os homens, querem apenas os mesmos direitos". Foi este o conceito escolhido pelo IMVF - Instituto Marquês de Valle Flôr e a Objectivo 2015 para uma campanha bem-humorada que formou bigodes nos rostos de várias mulheres destacadas da nossa sociedade.



O objectivo é promover a igualdade de género e empoderar as mulheres. Isabel Stilwell, Margarida Rebelo Pinto, Beatriz Batarda, Sofia Carvalho, Clara Pinto Correia e Maria João Bastos aceitaram o desafio e dão a cara pela campanha ao usar o cabelo como se fosse um bigode masculino.



Este é um projecto em que o IMVF se juntou à Objectivo 2015 - Campanha do Milénio das Nações Unidas, para a promoção do terceiro Objectivo de Desenvolvimento do milénio (ODM) - a Igualdade de Género. A nível global, a desigualdade tem diminuído, mas há ainda um longo caminho a percorrer pois as mulheres ainda são as maiores vítimas da descriminação social. Constituem 60% do total de trabalhadores e ganham apenas 10% do rendimento mundial, sendo também quem menos acesso tem à educação.



Esta meta para o desenvolvimento a nível global tem sido uma das prioridades do IMVF nos projectos de Educação e Cooperação para o Desenvolvimento. No âmbito do Projecto "Rostos Invisíveis" foram recentemente editados o Manual "Mulheres e Violências", sobre invisibilidade feminina em contexto de violência armada e o Observatório de Imprensa "Um Espelho Embaciado".



No âmbito do mesmo Projecto foi recentemente premiado no Festival de Curtas-Metragens de São Paulo, o documentário "Uma mãe como Eu", produzido pelo Cinema Nosso e que revela o rosto feminino da violência armada no Rio de Janeiro.



A campanha foi desenvolvida para o IMVF e Objectivo2015 pela Agência DraftFCB.



Mais informações:

www.imvf.org ou http://8objectivos8agencias.blogs.sapo.pt/



JornalExtra-Online
Chefe de Redacção

Feminino Número de Mensagens : 291
Data de inscrição : 28/03/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum