No Meco "tudo a nu" na pista da Judiciária

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

No Meco "tudo a nu" na pista da Judiciária

Mensagem por Jornal Extra em Ter 8 Abr 2008 - 22:40



A Policia Judiciária realizou onze buscas no âmbito da investigação sobre uma permuta de terrenos na Aldeia do Meco com a mata de Sesimbra. A ESPARTE, empresa do grupo Espirito Santo, a Camara de Sesimbra e a Pelicano, imobiliária promotora do projecto são alguns dos alvos da investigação. A informação chegou-nos através do site de um semanário de Lisboa sobre a decisão da permuta de terrenos que foi tomada em 2003 ,por Isaltino de Morais, actual presidente da Camara de Oeiras e à altura ministro do Ordenamento do Território e Ambiente. As buscas foram ordenadas pelo Ministério Público e são os inspectores da Direcção Central de Investigação da Corrupção Criminalidade Económica e Financeira quem lidera a situação.


Edição n.º 25 (2ª Quinzena de Fevereiro de 2008) do Jornal Extra

Jornal Extra
Administrador do Fórum

Masculino Número de Mensagens : 91
Data de inscrição : 28/03/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum