Estado gasta milhões em informática incompatível

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Estado gasta milhões em informática incompatível

Mensagem por Jornal Extra em Dom 13 Abr 2008 - 15:28

“Incompatibilidade total”. Foi a conclusão a que chegou o Ministério da Saúde depois de ter gasto sete milhões de euros na compra, a uma empresa privada, de um novo sistema informático que visava a marcação, pelos centros de saúde, das primeiras consultas da especialidade nos hospitais do Serviço Nacional de Saúde.

Agora, médicos e administrativos acabam de perceber que a aplicação informática Alert P1 é totalmente incompatível com os sistemas já préexistentes nos centros de saúde, nas Unidades de Saúde Familiar e nos hospitais públicos.

Entre as falhas do Alert P1 detectadas por centros de saúde de norte a sul do país contam-se a “falta de interoperabilidade com as demais aplicações informáticas - SAM, Medicine One e VitaCare - e ainda a reduzida flexibilidade funcional do sistema”, denunciou há dias um matutino lisboeta. As críticas já foram entretanto refutadas por Jorge Guimarães, presidente da Alert Life Sciences Computing - que deu lugar à empresa Médicos na Internet, encerrada em 2004 -, e que vendeu este programa informático que aproveitou ainda para relembrar que a sua empresa é a única do ramo em Portugal com certificação internacional.


Steve Serigado

Edição n.º 25 (2ª Quinzena de Fevereiro de 2008) do Jornal Extra

Jornal Extra
Administrador do Fórum

Masculino Número de Mensagens : 91
Data de inscrição : 28/03/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum